18 agosto 2017

A CULPA É DO GOOGLE

A CULPA É DO GOOGLE



Está a decorrer pelo concelho de Penafiel, o II Festival Teatro Sentir Penafiel.

Do elenco fazem parte:

Grupo de Teatro Bando dos Pardais – Canelas Penafiel

GETEPEPE Teatro Perafita – Matosinhos

GTN – Grupo de Teatro de Novelas – Penafiel

Associação de Letras 100 Cessar – Sousela – Lousada

Grupo de Teatro de Sobrosa – Paredes

Grupo de Teatro de Fridão – Amarante

Kopinxas – Avanca

Grupo de Teatro Aldeia Verde – Lazarim – Lamego

Grupo Dramático e Musical Flor de Infesta – Matosinhos

Grupo Dramático e Musical Campo – Valongo

Companhia de Teatro UPA Unidos pelas Artes – Braga

Grupo de Teatro Celoricense – Celorico de Bastos.

Actor José Pinto

Acontece que no encerramento do II Festival de Teatro – Sentir Penafiel, que se vai verificar no dia 2 de Dezembro, no auditório do Museu Municipal de Penafiel, vai ser homenageado o actor José Pinto, bem conhecido dos portugueses pelas suas participações em novelas como: Dei-te Quase Tudo; Amanhecer; Perfeito Coração; Capitão Falcão e nos filmes como O Delfim, Vale de Abraão; Coisa Ruim entre outros.

Até aqui tudo bem, só que a brochura que apregoa tal evento cultural, em vez de trazer na capa a foto do homenageado actor José Pinto, aparece a do ilustre escritor Miguel Torga.

Miguel Torga


Para uma Câmara como a de Penafiel, que foi distinguida com o Prémio de Melhor Programação Cultural pela Sociedade Portuguesa de Autores, não ter ninguém que soubesse distinguir o actor José Pinto do escritor Miguel Torga, e mandasse substituir do livrete a foto de Adolfo Correia da Rocha, pela do actor homenageado, não só atesta o baixo nível cultural que por aí graça como se torna ridículo.

Mas o que levaria a haver tal confusão que justifique tal engano?

A resposta é simples: 

A culpa é do Google